Bia Mattar

Bailarina, professora e coreógrafa com DRT. Produtora Cultural. Proprietária do EPEC – Escritório de Projetos da Economia Criativa. Técnica em Processamento de Dados pelo Instituto Pentágono em Santo André/SP,  Graduada em Gestão Pública na Univali de Itajaí/SC e pós-graduanda em Economia Criativa, Cultura e Inovação na Univali de Balneário Camboriú/SC.

 

Em gestão e políticas culturais, freqüentou diversos cursos livres profissionalizantes de gestão cultural, elaboração de projetos, em instituições como Rede CEMEC/SP e FGV. Em 2015 concluiu a formação em Facilitadora do Programa de Capacitação em Elaboração e Gestão de Projetos Economia Criativa do Ministério da Cultura por meio da Secretaria da Economia Criativa e SENAC/DF. Em 2016 conclui o Curso de Extensão do CECIERJ/RJ em Cultura e Gestão Cultural. Em 2017 concluiu o curso de Administração Pública da Cultura promovido pela UFRGS. Em novembro de 2017 recebeu a comenda de mérito cultural do Estado de Santa Catarina, medalha Cruz e Souza. Em dezembro de 2017 concluiu o  programa de Formação de Gestores Públicos para a Elaboração de Planos Municipais de Cultura promovido pela UFBA e MINC na UFSC em SC. Em 2017 assumiu o cargo de Diretora de Interação Cultural da Fundação Cultural de Balneário Camboriú e em 2018 e 2019 foi presidente da instituição, saindo no mês de abril para o processo eleitoral de vereadora da cidade. Em 2019 foi contemplada com o prêmio Elisabete Anderle para publicação do livro “A História do Sapateado no Brasil”. Em 2019 foi integrante da seleção de projetos do prêmio nacional Descentrarte pela FUNARTE e Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal. Em 2020 candidatou-se à vereadora da cidade de Balneário Camboriú juntamente com o Coletivo da Cultura. Também em 2020 fez parte da comissão de avaliação dos projetos da Lei Aldir Blanc pelo consórcio de municípios o médio Vale do Itajaí AMVI e da região Sul catarinense.

 

Ex-Membro do Conselho Municipal de Cultura de Florianópolis (2012/2013); Conselho Estadual de Cultura de Santa Catarina durante 8 anos (2002 à 2010); Conselho Nacional de Políticas Culturais do Ministério da Cultura (2015/2017) e membro do Colegiado Nacional de Dança de 2013 à 2017.

 

Experiência em gestão pública de cultura: Foi Gerente do Centro Integrado de Cultura do Estado de Santa Catarina (2004 à 2007) e Consultora de Projetos da Fundação Catarinense de Cultura (2003 à 2004). Diretora de Interação Cultural da FCBC (2017 a 2019). Presidente da Fundação Cultural de Balneário Camboriú (2019 à abril de 2020)

 

Produziu diversos projetos com o Escritório de projetos e foram aprovados em editais públicos como Edital Elisabete Anderle do Estado de Santa Catarina; A LIC de Balneário Camboriú; PROAC em São Paulo; Lei Rouanet financiando projetos culturais.

 

Convidada frequentemente para promover cursos, palestras e avaliação de projetos culturais em diversos municípios catarinenses como Joinville, Jaraguá do Sul, Florianópolis, Itajaí, Brusque, Concórdia, Balneário Piçarras, Florianópolis,entre outros.

 

Em 2013 foi curadora do Prêmio Nacional Klauss Vianna de Dança da Funarte/MINC.

 

Em 2015, foi selecionada pelo Edital Cultura#Negócios do MINC e Secretaria da Economia Criativa para a Feira Internacional de Cultura em Santiago a Mil no Chile.

 

Em dança, possui uma carreira consolidada e atuante desde a produção, difusão e formação nesta arte. São 35 anos de profissão dedicados aos assuntos profissionalizantes e passou por gestão de academia de dança, associação estadual de dança e colegiado nacional de dança. Fundou a primeira escola especializada em sapateado em Santa Catarina, a Garagem da Dança.

www.epecprojetos.com

facebook: https://www.facebook.com/epecprojetos/

Pessoal

https://www.facebook.com/bia.mattar.5

https://www.instagram.com/biatap/

https://www.youtube.com/biatap

http://biamattar.blogspot.com.br

http://biatap.wixsite.com/portfólio