top of page

  Bia Mattar

Lattes: https://wwws.cnpq.br/cvlattesweb/PKG_MENU.menu?f_cod=F285A67BEC0E152C450103135110C8BF#

Bailarina, professora e coreógrafa com DRT. Produtora Cultural. Proprietária do Escritório de Projetos da Economia Criativa. Técnica em Processamento de Dados. Graduada em Gestão Pública na Univali de Itajaí (SC), Especialista em Economia Criativa, Cultura e Inovação(UNIVALI/SC) e  especialista em “Linguagem e Poética da Dança” (FURB/SC).Mestranda em Dança na Contemporaneidade na Faculdade Angel Vianna (FAV/RJ).

Em dança, possui uma carreira consolidada e atuante desde processos de criação artística, produção, difusão e formação nesta arte. São 40 anos de profissão dedicados aos assuntos profissionalizantes onde passou por gestão de academia de dança, associação estadual de dança e colegiado nacional de dança. Frequentemente convidada como professora e jurada em festivais de dança do Brasil. Como parecerista e avaliadora de projetos mantém uma empresa de consultoria dedicada à políticas culturais e economia da dança.

Frequentou diversos cursos livres profissionalizantes de gestão cultural, elaboração de projetos, em instituições como Rede CEMEC/SP ,FGV, UFRGS, UFBA, CECIERJ, UFSC, EP Cult, Instituto Itaú Cultural entre outros. Concluiu a formação como Facilitadora do Programa de Capacitação em Elaboração e Gestão de Projetos Economia Criativa do MINC por meio da Secretaria da Economia Criativa e SENAC/DF em 2015. Concluiu o curso de Implementação dos Planos de Cultura em 2015, pela UFSC. Foi Conselheira Nacional de Cultura contribuindo pela elaboração do Sistema Nacional de Cultura e Plano Nacional de Dança. Trabalhou na construção Plano Estadual de Cultura de SC. Como conselheira municipal das cidades de Florianópolis e Balneário Camboriú contribuiu para a elaboração, implementação e revisão dos planos destes municípios. Prestou assessoria técnica à diversos municípios catarinenses sobre a construção do CPF da Cultura – Conselho, Plano e Fundo de cultura. É frequentemente convidada para palestras, cursos e discussões sobre políticas públicas culturais, implementação de sistemas municipais de cultura, formação de conselheiros, elaboração de editais dentro da normas da administração pública.

Ex-Membro do Conselho Municipal de Política Cultural de Florianópolis; Conselho Municipal de  Política Cultural de Balneário Camboriú; Conselho Estadual de Cultura de Santa Catarina e Conselho Nacional de Políticas Culturais do Ministério da Cultura. Foi Gerente do Centro Integrado de Cultura do Estado e Consultora de Projetos da Fundação Catarinense de Cultura. Foi presidente da Fundação Cultural de Balneário Camboriú. Atualmente é presidente da Aprodança, Associação Profissional de Dança do Estado de Santa Catarina.

Em 2013 foi curadora do Prêmio Nacional Klauss Vianna de Dança da Funarte/MINC e em 2015, foi selecionada pelo Edital Cultura#Negócios para a Feira Internacional de Cultura em Santiago a Mil no Chile representando os festivais de dança do Brasil. Em 2017 recebeu  a comenda de mérito cultural do Estado de SC, Cruz e Sousa. Em 2018 assumiu a presidência da Fundação Cultural de Balneário Camboriú. Em 2019 foi avaliadora do prêmio nacional de artes da Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal, Prêmio Descentrarte da FUNARTE. Recebeu o prêmio de incentivo à cultura do Edital Elisabete Anderle da Fundação Catarinense de Cultura para publicação do livro História do Sapateado no Brasil. Participou ativamente dos processos de implementação e execução da Lei Aldir Blanc pelo País como forma de amenizar o impacto que a COVID-19 causou aos trabalhadores da cultura.

Em 2020 foi aprovada no edital de credenciamento de pareceristas da Fundação Catarinense de Cultura. Foi parecerista de projetos das prefeituras da região de Blumenau, Gaspar, Criciúma, Itajaí  e  prestou consultoria para projetos e editais para diversas prefeituras. Faz parte de diversos coletivos artísticos como Fórum Brasileiro dos Direitos Culturais, Fórum Brasileiro de Música, Dança e Ópera, Fórum Brasileiro de Sapateado, Associação Profissional de Dança de Santa Catarina, entidade da qual é a atual presidente e pela qual já publicou o Catálogo Catarinense de Dança em 2001.

É consultora de gestão cultural da região da AMAUC – Associação do Alto Uruguai Catarinense composta por 14 municípios, em que realizou o I Fórum Regional de Cultura. Prestou assessoria em elaboração de projetos para a cidade de Bombinhas com um curso de 32 horas aos produtores locais.

Em 2021 foi palestrante e professora do curso GESTAR CULTURAL realizado pelo LIFE da UDESC,  curso de formação em produção cultural a ser realizado de setembro à dezembro. Palestrante e professora de curso de elaboração de projetos de ações diversas como Edital de Projetos da ACIF – Florianópolis; Elaboração de Projetos para o Edital Elisabete Anderle aos produtores culturais da região da AMAUC; Políticas Culturais para a Dança para o Panorama Dança de Mogi das Cruzes; Elaboração de Projetos para a Escola de Dança de São Paulo da Fundação Teatro Municipal de SP.

Concluiu a formação em Oficinas 2CN-CLab "Cultura e a Agenda 2030 no Brasil: Projetos culturais em rede",  promovido pelo Observatório de Políticas de Ciência, Comunicação e Cultura e desenvolvido para uma seleção de participantes coordenado pelo Observatório Nacional de Portugal pela Universidade do Minho.

Em 2022 foi contemplada com o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura do Estado de Santa Catarina com o Encontro Catarinense das Danças Populares.

Em 2023 foi convidada para compartilhar sua pesquisa com o Sapateado Brasileiro na Espanha e em Portugal, além dos congressos de pesquisadores em dança do Brasil.

site: www.epecprojetos.com

facebook: https://www.facebook.com/epecprojetos/

Pessoal

https://www.facebook.com/bia.mattar.5

https://www.instagram.com/biatap/

https://www.youtube.com/biatap

http://biamattar.blogspot.com.br

http://biatap.wixsite.com/portfólio

 

bottom of page